DOR OROFACIAL? E AGORA?

DOR OROFACIAL? E AGORA?

A Dor Orofacial tem-se tornado cada vez mais comum na sociedade moderna, demonstrando ter um importante impacto clínico, social e económico. Pelo sofrimento que acarreta, apresenta um grande impacto na qualidade de vida dos pacientes, nomeadamente devido à sua persistência e cronicidade. A Dor Orofacial é, por definição, uma dor ou desconforto localizado na região orofacial (boca, dentes, língua, mucosas, lábios, gengivas, musculatura mastigatória, articulações temporomandibulares, ouvido, etc.), crânio-cervical (pescoço, coluna vertebral, crânio, etc.) e, mais frequentemente, em ambas as zonas. Numa abordagem inicial, por um profissional especializado, o primeiro diagnóstico deve permitir distinguir entre uma dor de origem dentária ou não-dentária (mais comummente cefaleias e disfunção temporomandibular).

A dor orofacial de origem não-dentária mais comum é a Disfunção Temporomandibular, no entanto, existem inúmeras patologias dolorosas que podem afetar a região da cabeça e do pescoço.

Caso se identifique com algum dos sintomas acima descritos, é fundamental que marque uma consulta para identificar se sofre de dor orofacial, nomeadamende de Disfunção Temporomandibular. Quanto mais cedo for diagnosticado, mais cedo receberá o tratamento adequado, podendo manter ou recuperar a qualidade de vida que merece.

Marcações: (+351) 239 826 740 / (+351) 967 877 981 | geral@orisclinic.com

No Comments

Post A Comment